AdvertisementAGI Brasil

Receptivo de Transatlânticos em Itajaí

Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina, quer que os turistas da temporada de verão 2009/2010 fiquem literalmente a ver navios. A cidade acostumada a observar navios com mais de 250 metros em seu porto, descobriu que assistir e fotografar um grande navio manobrando dentro do rio, a poucos metros de distância é um espetáculo que atrai muitos turistas em férias na região.
Ainda mais quando são imensos e elegantes transatlânticos. Mais precisamente 41 navios de turismo com mais de 50 mil passageiros nos próximos seis meses, de 22 de novembro deste ano a 08 de abril de 2010.
O centro da cidade tem o único Píer Turístico para navios de passageiros do Sul do Brasil. São atracações semanais, os transatlânticos entram na barra do rio pelas mãos dos práticos que operam os navios do Porto de Itajaí e são acompanhados dos rebocadores de serviço.
Na bacia de evolução onde o rio tem 400 metros de largura, dois rebocadores empurram o transatlântico com mais de 250 metros de comprimento, fazem-no girar 180 graus, e colocam-no de proa em direção à barra do rio por onde ele entrou. Essa manobra, realizada dentro do rio Itajaí-Açu, em 20 minutos, é um espetáculo que impressiona.
Cidade Cenográfica
Para receber os turistas dos navios, Itajaí montou uma cidade cenográfica na Praça Vidal Ramos, em frente ao Píer. O antigo casario da cidade foi reproduzido para comportar ícones do passado: o Restaurante Pau do Meio, a Pastelaria do Xindoca, o Foto Juca, o Ponto Chic, a Sorveteria Dois Irmãos e o famoso Bar da Trude, reduto dos marinheiros e da boemia da cidade, todos numa espécie de praça de alimentação. A cultura português-açoriana está representada por um engenho de farinha, pratos típicos e apresentações do folclore.
A praça ganhou ainda uma arena coberta para apresentação de shows com artistas nacionais e locais.
Uma passarela denominada Itajaí do Amanhã exibe em painéis uma visão futurista da cidade.
Ao lado da Igreja da Imaculada Conceição, um recinto exposições abriga uma espécie de feira dos municípios, uma vitrine das cidades de Santa Catarina que se revezam desfilando suas manifestações culturais, produtos e serviços.
O receptivo dos navios faz parte do calendário de eventos em comemoração aos 150 anos de Itajaí, que serão completados em Junho de 2010. Para comemorar, a cidade quer oferecer aos turistas embarcados e aos que vem ver os navios, uma recepção com alegria, festa, música, shows, comida típica, seu folclore e o carinho de sua gente.
O receptivo cumpre o importante papel de trabalhar a auto-estima da população tão duramente atingida pela enchente do ano passado e que abalou a economia da cidade. Para cumprir esses objetivos há um grande engajamento dos clubes de serviços e entidades sociais. A Comissão Municipal do Bem Estar do Menor de Itajaí (Combemi), Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação das Voluntárias para a Infância Saudável (Avisa), a Rede Feminina de Combate ao Câncer, o Rotary e o Lions são algumas das entidades que dão vida à cidade cenográfica.
Segundo o prefeito Jandir Belini, "o receptivo dos navios é uma oportunidade para Itajaí demonstrar a força da sua gente, que reconstruiu a cidade, em pouco menos de um ano após a grande enchente e agora quer comemorar com todos que aqui aportarem seus 150 anos".
"É preciso comemorar os 150 anos de Itajaí, com gratidão pelos antepassados, confiança naqueles que estão trabalhando e total compromisso em assegurar o futuro das novas gerações", segundo Amilcar Gazaniga, coordenador dos trabalhos do receptivo.(Fonte: OToupeira)


Marintec Navalshore