A Solve Shipping desenvolveu uma ferramenta que vai permitir o acompanhamento semanal dos principais indicadores do mercado de navegação e comércio exterior, com dados sobre a utilização dos navios na importação e na exportação, além de análises mensais do setor. A Shipping Intelligence Platform (SIP) é um portal digital capaz de mapear, cruzar e relacionar os indicadores do segmento de shipping por meio de ferramentas de Business Intelligence. A novidade será lançada na próxima semana, durante a 25ª edição da Intermodal South America, que acontece em São Paulo.

Os desenvolvedores destacam que a plataforma permite a antecipação de tendências, oportunidades e ameaças em toda cadeia logística, que engloba exportadores, importadores, agentes de carga, despachantes, terminais e armadores. Com essas informações, os usuários conseguem ajustar decisões, estratégias e negociações em tempo hábil. “A SIP é um produto formatado para atender às necessidades de todos os elos da cadeia logística e de investidores, de forma que o executivo poupe tempo e melhore seu poder de barganha nas negociações, pois não precisará garimpar informações ou tentar decifrar as movimentações do setor”, explica Leandro Carelli Barreto, sócio da Solve.

Entre os recursos disponíveis, o produto oferece análises da evolução da oferta x demanda de navios e terminais; índices de utilizações semanais de serviços, rotas, terminais e perfil completo dos serviços, armadores e terminais em operação na costa brasileira. Robert Grantham, sócio da consultoria, acrescenta que a ferramenta traz informações relacionadas à integridade de schedule (planejamento), cancelamentos de escala e escalas adicionais; análises de tendências e níveis de frete; além de artigos exclusivos, informações de bastidores e a interpretação dos consultores da Sove das principais notícias nacionais e internacionais do setor. O serviço será disponibilizado a partir de assinatura e o usuário acessará a plataforma digital por meio de login e senha pelo computador ou dispositivos móveis, como tablets e celulares.

 

A consultoria identificou no setor logístico, portuário e de comércio exterior a falta de profissionais que disponham de tempo e conhecimento para fazer a leitura de dados, o que nem sempre é possível para as empresas. Atualmente, existe muita demanda, por exemplo, de fundos de investimentos que desejam saber detalhes sobre a utilização dos terminais. Com a nova plataforma, os dados de utilização de berços nos principais terminais portuários brasileiros passarão a ser disponibilizados semanalmente. “Vamos conseguir jogar luz sobre informações que faltavam para exportadores conseguirem negociar melhor a compra do frete”, destaca Barreto.

Por Danilo Oliveira
(Da Redação)

Comentários

Schottel

Mackay Marine

Suatrans

Syndarma

ABTP

Abac

Tche Digital

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil