Petrobras renova parceria com a Marinha para apoio a missões científicas no Brasil e na Antártida

A Petrobras assinou nesta quarta-feira (7/8) mais um acordo com a Marinha do Brasil e com suporte da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para apoio a missões científicas no território marítimo brasileiro e na Antártida. A cerimônia de assinatura dos termos de cooperação, que marca a renovação de uma parceria técnico-científica mantida há mais de 30 anos, aconteceu no Cenpes, o centro de pesquisas e desenvolvimento da Petrobras, no Rio de Janeiro.

“O investimento de em torno de R$ 400 milhões vai proporcionar a continuidade das pesquisas na 'Amazônia azul brasileira' e no continente antártico, dois projetos extremamente importantes para a Petrobras e para o Brasil”, disse o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. A parceria visa ao desenvolvimento científico, com foco em pesquisa e tecnologia, para viabilizar a exploração e aproveitamento sustentáveis dos recursos marinhos. A Petrobras contribui ainda com conhecimento técnico e participa das missões científicas relativas aos planos, programas e ações empreendidos pela Marinha.

O novo acordo de cooperação entre Petrobras e Marinha garante por mais cinco anos o apoio da companhia nas missões científicas do Plano Setorial para os Recursos do Mar (PSRM) e do Programa Antártico Brasileiro (Proantar), que são coordenados pela Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (SECIRM).

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

Antes da cerimônia de assinatura, os representantes da Marinha e da ANP tiveram a oportunidade de conhecer algumas soluções tecnológicas desenvolvidas no Cenpes, como o Núcleo de Visualização e Colaboração (NVC) e a Boia Meteoceanográfica Nacional (BMO-BR). "As verbas investidas em pesquisa e inovação são a principal fonte para desenvolvermos este país", comentou o presidente da ANP, Décio Oddone.

Saiba mais

O Plano Setorial para os Recursos do Mar (PSRM), um dos desdobramentos da Política Nacional para os Recursos do Mar (PNRM), engloba o estudo e análise das potencialidades, o monitoramento dos recursos vivos e não vivos, e os fenômenos oceanográficos e climáticos das áreas marítimas sob jurisdição e de interesse nacional. Seu objetivo é melhorar a gestão, o uso sustentável desses recursos e a distribuição justa e equitativa dos benefícios derivados dessa utilização.

Já o Programa Antártico Brasileiro (Proantar) busca promover a qualidade ambiental das operações do Brasil na Antártida. No continente está sendo reconstruída a Estação Antártica Comandante Ferraz, uma instalação operada pela Marinha do Brasil que conta com laboratórios destinados a pesquisas científicas nas áreas biológicas, atmosféricas e químicas.

Fonte: Segs

Comentários

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Tche Digital

Seminário de Metanol

Aapa

ABTP

Sobena

Sinaval Abratec