Marintec Navalshore

Navegação global "nada fez para combater as mudanças climáticas", afirma União Europeia

Bárbara Helfferich, porta-voz de meio ambiente da União Europeia, informou que a Internacional Maritime Organization (IMO) tem um ano para estabelecer medidas que reduzam as emissões de carbono. "A União Europeia quer fazer da redução marítima parte do acordo sobre meio ambiente a ser assinado em Copenhagen em dezembro. Até agora, não houve nenhum compromisso com a mudança climática, e nada tem sido feito para combatê-lo", completou.

Grécia, Chipre e Malta persuadiram os 27 membros do bloco no encontro dos ministros de Meio Ambiente realizado na última terça-feira para unie todos os esforços para trabalhar com as emissões através da IMO. A redução de emissão de carbono deveria ser implementada globalmente.

O acordo final do conselho da União Europeia diz que os navios deverão cortar suas emissões de carbono em pelo menos um quinto até 2020. O acordo, que também cobre aviação, diz que a União Europeia apoia o uso de instrumentos do mercado global para reduzir as emissões destes setores. A IMO espera chegar a uma resolução no encontro de dezembro em Copenhagen, para suceder o protocolo de Kyoto, que se encerra em 2012. (da Redação)

 


Marintec Navalshore