Marinha recebe navio-patrulha "Macau"; embarcação ficará sediada em Natal

Em obras desde 2007, o Navio-Patrulha “Macau” será incorporado à Armada da Marinha do Brasil, no dia 30 de novembro de 2010, em uma cerimônia no Píer da Indústria Naval do Ceará (INACE), em Fortaleza – CE, às 10h. O evento contará com a presença do Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto. A embarcação, por sua vez, permanecerá sediada em Natal, sede do 3º Distrito Naval..

Construído pela Indústria Naval do Ceará (INACE), o Navio-Patrulha “Macau” recebeu este nome em homenagem à cidade do litoral potiguar, famosa por suas salinas e pela produção de petróleo. A embarcação é a segunda de uma nova classe de Navios-Patrulha em construção.

Utilizou-se o projeto do Navio-Patrulha francês Classe Vigilante 400 CL54, que foi alterado e aperfeiçoado, incorporando desenvolvimentos tecnológicos e melhorias no desempenho do navio.

Sua construção faz parte de um estudo realizado pela Marinha do Brasil, em novembro de 2005, para a construção de uma nova classe de Navios-Patrulha que realiza, prioritariamente, apoio à fiscalização das Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), atividade de patrulha, inspeção naval e salvaguarda da vida humana no mar, contribuindo para a segurança do tráfego marítimo nacional e defesa dos interesses estratégicos do Brasil.

Características do Navio:

Comprimento total...............................................................................55,6 m
Boca máxima.......................................................................................8,0 m
Calado máximo....................................................................................2,5 m
Deslocamento......................................................................................500 t
Sistema de propulsão..................................................................2 MCP MTU 16V 4000 M90
Geração de energia................................................................3 Grupos diesel-geradores MTU
Velocidade máxima..............................................................................21 nós
Raio de ação a 15 nós..........................................................................2.500 MN
Autonomia...........................................................................................10 dias

Fonte: tribuna do Norte (RN) Natal


Marintec Navalshore