Navalshore

Marinha autoriza navegação com aumento do calado no canal Grande do Curuá

A Marinha do Brasil autorizou, em 6 de janeiro, em caráter experimental, a navegação de navios com calado de 11,9 metros no canal Grande do Curuá, principal acesso ao Rio Amazonas, integrante da região da Barra Norte.

A navegação, com o calado de 11,9 metros, acontecerá de forma programada e crescente: serão duas passagens com calado de 11,75 metros; duas de 11,8 metros; cinco passagens de 11,85 metros e cinco passagens de 11,9 metros.
Após essas 14 passagens de navios, a Marinha avaliará o aumento de calado de forma definitiva.

O acréscimo de 20 centímetros, de 11,7 metros para 11,9 metros, é um dos temas defendidos pela Associação de Terminais Portuários Privados (ATP), que reconhece esse aumento experimental como um avanço importante para o setor. Isso porque algumas milhares de toneladas de capacidade extra fazem toda diferença na geração de receita, que pode ser um combinado de aumento da produtividade, redução de viagens de retorno, melhoria na utilização do porte bruto da embarcação e redução do tempo de manuseio.

A região da Barra Norte é rota de escoamento da safra de grãos e de minério, principalmente do Centro-Oeste, e registra aumento anual do volume transportado, impulsionado pelos recordes na produção de soja e milho.



    Terlogs     Antaq     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios