MSC

Log-In tem avaliação de R$ 2,65 bilhões

A oferta da Mediterranean Shipping Company (MSC) para adquirir o controle acionário da Log-In estima o valor da empresa em R$ 2,65 bilhões. O anúncio, tornado público pela Log-In por meio de Fato Relevante, é de aquisição entre 62% e 67% das ações emitidas e em circulação pela empresa brasileira de navegação.

A operação se dá por meio da subsidiária integral da MSC, a SAS Shipping Agencies Services Sarl, com a oferta de R$ 25 (US$ 4,79) por ação. A MSC entrou em contato com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), para obter permissão para comprar as ações que pretende realizar por meio de um processo de leilão, 30 dias após a emissão de um edital público.

A Log-In relata vários anos de crescimento relativamente forte e no 1º trimestre de 2021 a empresa registrou receita operacional líquida de R$ 296,7 milhões e lucro antes de impostos, depreciação e amortização de R$ 70,5 milhões. A empresa opera diversos serviços de cabotagem no Brasil, oferece aos seus clientes uma gama de soluções de transporte rodoviário e intermodal e opera seu próprio terminal de contêineres (Terminal de Vila Velha) no estado do Espírito Santo.

A frota atual da Log-In é composta por sete navios que carregam entre 1.700 TEU e 2.800 TEU. Em 2020, a transportadora transportou pouco mais de 370.000 TEUs.


Logcomex


Um comunicado emitido pela MSC diz: “Após uma estreita cooperação entre as duas empresas nas últimas duas décadas, a MSC acredita que, com esta transação, a Log-In será capaz de aprimorar ainda mais sua abordagem centrada no cliente para todos os seus clientes existentes em todos os seus serviços, incluindo cabotagem, soluções terrestres e operações de terminal de contêineres ”. A MSC, sediada em Genebra, pretende, com a aquisição, fortalecer sua presença na América do Sul.

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios