O principal índice de frete marítimo do Báltico, que monitora as tarifas dos navios que transportam commodities a granel, caiu abaixo da marca de 1.000 pontos pela primeira vez em mais de nove meses nesta quarta-feira, com as taxas de todos os segmentos de embarcações mostrando fraqueza.

O índice Báltico, que considera taxas para navios capesize, panamax e supramax, caiu pela terceira sessão consecutiva, perdendo 54 pontos, ou 5,2 por cento, para 982 pontos –seu menor nível desde 11 de abril de 2018.

“Há uma séria escassez de cargas para serem transportadas no mercado agora. Proprietários e operadores têm muitos navios ‘abertos’ no mercado spot”, disse Peter Sand, analista-chefe de para o setor do grupo de lobby industrial Bimco.

 

“A fraqueza é muito mais do que apenas a sazonalidade… pode durar várias semanas até que a nova temporada de exportações de grãos da América do Sul recomeçar no final de fevereiro.”

O índice recuou mais de 40 por cento desde que atingiu seu nível mais alto em 24 de julho, com 1.774 pontos.

Fonte: Mixvale

Comentários

Datamar

Messe Munchen

Assine Portos e Navios



Pesa

ABTP

Envie uma pauta

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil