Technomar

IMO 2020 pode frear mercados por até cinco anos

A mudança no uso de óleo combustível com baixo teor de enxofre (VLSFO) para navios de todo o mundo em janeiro de 2020, por determinação da Organização Marítima Mundial (IMO) resultará numa interrupção de um a cinco anos nos mercados de petróleo e produtos refinados, segundo estudo divulgado ne quinta-feira (16) pelo Boston Consulting Group. 

Pelas novas regras, os combustíveis devem ter um teor de enxofre abaixo de 0,5%, comparado aos 3,5% atuais. A mudança pode aumentar os lucros das refinarias, especialmente na Costa do Golfo dos EUA, projetadas para processar petróleo bruto com alto teor de enxofre. Também poderia beneficiar produtores de óleo de xisto, que tem um teor de enxofre menor do que outras variedades, segundo o estudo.

Por outro lado, os preços do óleo combustível com alto teor de enxofre (HSFO) cairão à medida que a demanda se deteriorar, segundo o estudo. 

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

Os preços do petróleo bruto dos campos de xisto serão beneficiados pela transição, disse o estudo, e "comandam um aumento no preço, devido a uma concentração de enxofre menor que a do petróleo de outras fontes".

O período mais curto para a transição seria de um ano se a IMO adiasse o início para 2022, permitindo que as refinarias e transportadoras tivessem mais tempo para se preparar para a mudança, que foi anunciada pela primeira vez em 2016.

O período mais longo, de cinco anos, aconteceria se a economia mundial entrasse em recessão e os transportadores não cumprissem amplamente a regulamentação, reduzindo o diferencial de preços esperado entre a HSFO e a VLSFO.

Comentários

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

ABB

Assine Portos e Navios

Syndarma

OTC Brasil

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

Abeam

Sobena

Sinaval Abratec