Frontline e Euronav anunciam fusão para criar gigante no transporte marítimo de petróleo

Duas das principais transportadoras marítimas de petróleo, a norueguesa Frontline e a belga Euronav, anunciaram nesta quinta-feira (7) que chegaram a um acordo para fusão que vai criar uma gigante que controlará 10% do mercado mundial no segmento.

Em uma operação avaliada em US$ 4,2 bilhões que vai envolver somente troca de ações, cada 1,45 ação da Frontline será trocada por uma ação da Euronav, resultando em uma estrutura onde acionistas da Euronav vão ficar com 59% da nova empresa.

Se aprovada pelos órgãos reguladores, a nova companhia vai adotar o nome Frontline e terá Hugo De Stoop, diretor-presidente da Euronav, como principal executivo. A companhia terá uma frota de 69 cargueiros de alta capacidade e 77 navios menores.
Um setor muito fragmentado, o transporte marítimo de petróleo está se recuperando da queda na demanda por petróleo durante a pandemia em meio aos gargalos marítimos mundiais, afetando suas receitas e preços das ações.
Fonte: Valor

PUBLICIDADE

Rimac



Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Hidromares

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios