Estado e empresários acertam transporte fluvial de contêineres

Objetivo é reforçar a participação de hidrovias no sistema
Com objetivo de implantar transporte de contêineres por hidrovia entre Porto Alegre e Rio Grande, o governo do Estado, representado pela Secretaria de Infra-Estrutura e Logística (Seinfra) e Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH), firmou nesta quarta-feira (17), um protocolo de intenções com as empresas Doux, Navegação Guarita e Terminal de Contêineres (Tecon Rio Grande) e Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs).
A iniciativa pretende reforçar a participação de hidrovias no sistema logístico gaúcho e ampliar a distribuição modal, em favor do transporte fluvial, de atuais 3% para 15% em dez anos. "Com essa parceria, dá-se o primeiro passo para criação de serviço regular, seguro e ambientalmente correto de movimentação de cargas entre os dois portos", anuncia o secretário de Infra-Estrutura e Logística,Daniel Andrade.
O protocolo de intenções é resultado prático do acordo de cooperação técnica para desenvolvimento do sistema hidroportuário gaúcho assinado, em agosto de 2008, entre os governos do Rio Grande do Sul e da Holanda. Em julho do ano passado, a governadora Yeda Crusius instalou a Força-Tarefa Intermodal com objetivo de dar condições de crescimento para o transporte fluvial no Estado.
O colegiado, presidido pela governadora, é integrado por Andrade, pelos consultores holandeses Wim Ruijgh, presidente da Associação dos Portos de Amsterdã (Amport), e Harrie de Leijer, diretor de projetos do NEA (instituto holandês de pesquisasinternacionais na área de transportes) e pelos empresários Jorge Gerdau Johannpeter, Paulo Tigre e David Randon. A força tarefa se subdivide em grupos de trabalho formados para avaliar possíveis empreendimentos portuários e em carregamento de contêineres e granéis. (JC RS)

 

 

 


Logcomex


 

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios