Workshop Tomada de decisão - investimento em portos

Empresa é multada em R$ 30 mil pelo Ibama após vazamento de óleo no Porto de Santos

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou em R$ 30 mil a empresa Lyra Navegação pelo vazamento de 100 litros de óleo combustível (bunker) no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. O acidente ambiental ocorreu enquanto o navio Marcos Dias, sob responsabilidade da firma, operava no cais.

O vazamento ocorreu nas proximidades dos armazéns 21 e 22, na margem direta do complexo portuário, em fevereiro de 2017. Manchas de óleo foram percebidas no entorno do navio e equipes de emergência foram mobilizadas rapidamente a ponto de conseguirem conter o avanço da contaminação no mar por meio de barreiras de absorção de óleo.

Equipes foram mobilizadas para conter vazamento em navio no Porto de Santos, SP — Foto: Divulgação/Ibama Equipes foram mobilizadas para conter vazamento em navio no Porto de Santos, SP — Foto: Divulgação/Ibama

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

Equipes foram mobilizadas para conter vazamento em navio no Porto de Santos, SP — Foto: Divulgação/Ibama

O navio Marcos Dias fez escala no Porto de Santos para descarregar sal. A bordo, conforme informações da autoridade portuária na ocasião, estavam mais de 43 mil toneladas do produto. A operação de desembarque teve que ser suspensa por 24 horas, até que as equipes de emergência ambiental pudessem conter o vazamento e danos no meio ambiente.

A multa do Ibama, emitida este mês, conclui o trabalho de investigação do órgão a respeito do acidente. "O atendimento à emergência ocorreu de forma ágil, de modo que a substância não extrapolou as barreiras de contenção. Não houve mortandade de peixes", declarou a autoridade ambiental federal, que disse que a penalidade já foi paga.

A Lyra Navegação, que tem sede no Rio de Janeiro (RJ) e é responsável pelo cargueiro, confirmou o pagamento da multa e disse que o caso está sob os cuidados da seguradora da empresa.

Fonte: G1

Comentários