Marintec Navalshore

Embarcação Anna Karoline III deve ser retirada do rio nesta sexta-feira

O navio Anna Karoline III que naufragou ao sul do Estado do Amapá no último dia 29 de fevereiro deve ser retirado do Rio Jari nesta sexta-feira (27). A Capitania dos Portos do Amapá (CPAD) informou que a balsa e os guindastes para o içamento do navio já estão posicionados no local. O acidente provocou 34 vítimas fatais. Foram resgatas 51 pessoas entre passageiros e tripulantes.

A Capitania não informou quantas pessoas ainda seguem desaparecidas, mas as buscas continuam sendo feitas em conjunto com o Corpo de Bombeiros.

Até o momento foi realizada a passagem dos cabos do guindaste pela embarcação após trabalho de inspeção do local do acidente e das condições do navio. O Plano de Reflutuação teve início no último dia 22 com a chegada da equipe até o local do acidente.

Publicidade

Marintec Navalshore

 

O comboio para a reflutuação é composto por embarcações e equipamentos como guindastes, flutuadores e materiais de mergulho. Além do maquinário a operação conta com 33 profissionais da empresa contratada. Para mitigar possíveis impactos ao meio ambiente durante o processo de retirada da embarcação foram utilizadas bombas, materiais absorventes e barreiras de contenção.

O atraso para o início da operação, programada para acontecer no último dia 15, ocorreu devido à necessidade de ajustes no Plano de Reflutuação e também em razão das condições climáticas e ambientais.

A Marinha do Brasil reforçou que o trabalho de reflutuação está sendo fiscalizado para garantir que todas as etapas do plano sejam cumpridas, isto é, os procedimentos de segurança e mitigação de riscos à poluição e navegação. Após a retirada do navio do fundo do rio será iniciado o processo de perícia ainda no local do acidente.



Assine Portos e Navios

Conapra fundo transp Intermodal
  Thermo Solutions     Assine Portos e Navios

  Catálogo da Indústria Marítima

 

 

  Sobena

 

Tche Digital

 

 

 

Sinaval   Abratec