Marintec Navalshore

Em banho-maria

Apesar do grande potencial, malha hidroviária ainda sofre com o baixo investimento em infraestrutura
• Brasil, além de ter grande extensão de costa marítima, apresenta a maior reserva de água doce do mundo. Tem em seu território diversos rios propícios à navegação. Porém, esse meio ainda vem sendo pouco utilizado no país para movimentação de cargas, se comparado, sobretudo, ao modal rodoviário, menos econômico e mais poluente.

De acordo com o representante da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Mato Grosso (Aprosoja) e presidente da Pró-logística, Edeon Vaz Ferreira, é incompreensível que o Governo Federal não invista em hidrovias ao considerar que os custos são muito baixos, frente aos demais modais como o rodoviário e o ferroviário. Entre os objetivos da Aprosoja está a redução do frete no transporte do Mato Grosso.

Restrito a assinantes

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis fundo transp Syndarma
  Abac     Assine Portos e Navios

  Catálogo da Indústria Marítima

 

 

  Anuncie PN

 

Tche Digital

 

 

 

Sinaval   Abratec
Publicidade

Catálogo da Indústria Marítima