AdvertisementAGI Brasil

CMA CGM suspeita violação de dados por ataque cibernético

A CMA CGM suspeita que um ataque cibernético afetando seus servidores levou a uma violação de dados. A companhia atualizou o anúncio nesta quarta-feira (30), enquanto continuava a restaurar os serviços online

"Suspeitamos de uma violação de dados e estamos fazendo todo o possível para avaliar seu volume e natureza potencial", disse a empresa em um comunicado.

O site da empresa exibe no fechamento desta reportagem a seguinte mensagem: "Decidimos suspender temporariamente todo o acesso aos nossos sites de comércio eletrônico para proteger nossos clientes.

"Todas as comunicações de e para o Grupo CMA CGM são seguras, incluindo e-mails, arquivos transmitidos e intercâmbio eletrônico de dados (EDI). As atividades marítimas e portuárias estão totalmente operacionais. Estamos fornecendo processos alternativos e temporários para suas reservas e temos o compromisso de processá-los o mais rápido possível."


Catálogo da Indústria Marítima


A CMA CGM, a quarta maior empresa de transporte de contêineres do mundo, relatou o incidente pela primeira vez na segunda-feira , dizendo que havia fechado o acesso aos seus serviços online depois que o malware tinha como alvo seus servidores periféricos.

O site de e-business do grupo permaneceu indisponível, com os clientes direcionados a canais alternativos, mas os centros de serviços compartilhados de back-office estavam sendo reconectados e melhorando os tempos de processamento, disse nesta atualização de quarta-feira.

A CMA CGM disse na terça-feira que suas operações marítimas e portuárias estavam funcionando normalmente , acrescentando que o ataque de malware não comprometeu nenhuma de suas comunicações.


Marintec Navalshore