China planeja lançar futuros para combustível naval com baixo teor de enxofre em 2019

A China espera lançar até o final de 2019 um contrato de óleo combustível marítimo de baixo teor de enxofre que permitirá que investidores estrangeiros participem das operações, disse nesta quinta-feira a Bolsa de Futuros de Xangai (ShFE, na sigla em inglês).

Um limite de 0,5% no conteúdo de enxofre para o combustível naval, definido pela Organização Marítima Internacional (IMO, na sigla em inglês), entra em vigor em 2020.

"Este contrato ajudará a China a expandir sua influência de precificação no mercado de combustível de navios, além de auxiliar o país a desenvolver sua capacidade de transporte marítimo", disse em comunicado o presidente do Conselho da ShFE, Jiang Yan.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

"Os mercados de combustível marítimo irão notar maiores oportunidades e desafios em 2020. A China pode reverter a atual situação, de depender totalmente de importações de combustível de alto teor de enxofre, e se tornar um dos maiores centros mundiais de oferta de combustível com baixo teor de enxofre", afirmou Jiang.

A Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC) planeja uma oferta de óleo combustível com pouco enxofre de 4 milhões de toneladas por ano, disse um executivo da companhia. A primeira remessa do combustível foi despachada de sua unidade de Dalian no início de junho.

O Sinpec Group, outra gigante do petróleo na China, afirmou no ano passado que começaria a fornecer combustível marítimo do padrão IMO 2020 em 2019, e que até 1º de janeiro toda sua oferta atenderia ao padrão.

O contrato para o combustível naval com baixo teor de enxofre seria o segundo vencimento futuro de petróleo da China, seguindo os contratos de petróleo bruto O#ISC:> ofertados na Bolsa Internacional de Energia de Xangai, subsidiária da ShFE.

Fonte: Extra

Comentários

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

Leia mais reportagens da edição impressa

Cash Computadores

Kincaid

Consórcio Águas Azuis

Container Institute

Abac

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

ABTP

Sobena

Fenavega Abratec