Cenário volátil e dinâmico dificulta previsões para transporte marítimo

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e toda a retração econômica mundial fizeram empresas de transporte marítimo e de comércio exterior reverem seus planejamentos. Para analistas ouvidos pela Portos e Navios, as incertezas no curto prazo dificultam as previsões para o comércio de contêineres. Os especialistas acreditam no surgimento de novos hábitos sociais e de consumo após a pandemia e que não é possível saber como essas transformações vão impactar a maneira de viver das pessoas. Nesse contexto, pode ser que seja dada maior preferência a produtos produzidos localmente, o que não necessariamente vai quebrar o transporte marítimo no Brasil.

Restrito a assinantes