Embarcação Anna Karoline III é retirada do rio e perícia deve ser concluída em até dois dias

Após um mês do naufrágio do Anna Karoline III no Estado do Amapá, a embarcação foi retirada no Rio Jari neste domingo (29). Após a reflutuação, o navio foi levado até a margem do rio a uma distância de 442 metros. A previsão é de que a Marinha do Brasil conclua em dois até a perícia na embarcação para descobrir as causas do acidente.

O naufrágio deixou 34 mortos. Ao todo, 51 pessoas foram resgatadas entre passageiros e tripulantes. A Capitania dos Portos do Amapá (CPAD) não informou quantas pessoas ainda seguem desaparecidas, mas garantiu que as buscas continuam sendo feitas em parceria com o Corpo de Bombeiros.

Já com o navio na margem do rio, a próxima etapa será a verticalização a fim de facilitar o acesso a todos os compartimentos da embarcação para o trabalho da perícia.

Para a realização do Plano de Reflutuação do Anna Karoline III foi utilizado um comboio composto por embarcações e equipamentos como guindastes, flutuadores e materiais de mergulho. Além do maquinário, a operação contou com 33 profissionais da empresa contratada.


Catálogo da Indústria Marítima


A Marinha afirmou que acompanhou toda a operação de reflutuação para garantir a segurança e mitigar os riscos de poluição. Para evitar possíveis impactos ao meio ambiente foram utilizados materiais absorventes, bombas e barreiras de contenção.


Marintec Navalshore