MSC

Relatório PN

 

Das 49 embarcações encomendadas pela Transpetro aos estaleiros brasileiros, por meio do Promef, sete estão em operação: os navios de produtos Celso Furtado, Sergio Buarque de Holanda, Rômulo Almeida e José Alencar e os suezmax João Cândido, Zumbi dos Palmares e Dragão do Mar. Outros 12 navios estão em construção em estaleiros brasileiros.

Aquisição
A Hamburg Süd vai adquirir as atividades de transporte marítimo de contêineres do armador chileno CCNI, incluindo as relacionadas com agenciamento. A aquisição está prevista para ser finalizada até 31 de dezembro após a due diligence, a conclusão do contrato de compra e aprovação pelas autoridades. A Hamburg Süd pretende fortalecer sua atuação de e para a América do Sul com a integração dos serviços regulares da CCNI. Após a conclusão, a CCNI continuará com suas outras atividades que incluem transporte de veículos e afretamento de navios.

Conteúdo local
Planejamento e gestão, capacitação da mão de obra, integração da cadeia de suprimento e engenharia são os desafios listados pela Petrobras para que a indústria naval brasileira ganhe competitividade. Os quatro itens foram mencionados pelo assessor da presidência da Petrobras para conteúdo local e coordenador executivo do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp), Paulo Sérgio Rodrigues Alonso, durante seminário sobre óleo e gás realizado no Rio de Janeiro.

Para Alonso, a retomada do crescimento da indústria traz desafios a serem superados para que se consiga competir com a indústria internacional em prazo, custo e qualidade. “Na visão da Petrobras, os nossos estaleiros têm que investir muito em planejamento e gestão para melhorar os seus custos, planejamentos de obras e manter os seus prazos”, afirmou. Quanto ao conteúdo nacional, segundo ele o melhor caminho é atrair fornecedores estrangeiros para trabalharem em conjunto com fornecedores nacionais.

Mais
• A Odebrecht Óleo e Gás tem novo comando. Roberto Simões assumiu a presidência da empresa, em substituição a Roberto Ramos. Simões era vice-presidente da OOG desde 2012 e já havia ocupado outros cargos executivos no grupo Odebrecht. A OOG espera faturar R$ 3,5 bilhões este ano, o que representa um crescimento de 59% sobre a receita de R$ 2,2 bilhões obtida em 2013.

• Gabriel Barsalini é o novo vice-presidente da Volvo Penta South America. Em sua nova posição, ele responderá a Ron Huibers, presidente da Volvo Penta Americas. Gabriel comandará a partir de Curitiba, no Paraná, a operação de motores marítimos e industriais da Volvo no continente. Ele inicia esta nova etapa depois de passar cerca de 14 anos atuando no setor de equipamentos de construção. Sua última posição era a de diretor de pós-venda da Volvo Construction Equipment Latin America, assumida em 2009.

• Harro Ricardo Schlorke Burmann é o novo presidente do Estaleiro Atlântico Sul (EAS), em substituição a Otoniel Reis. Harro é formado em engenharia mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pós-graduado em Engenharia da Qualidade na PUC do Rio Grande do Sul, com especialização na Universidade de Michigan (EUA). Com experiência em processos industriais, terá papel destacado no processo de transferência de tecnologia do grupo de empresas japonesas composto pela IHI Corporation (líder), JGC Corporation e Japan Marine United Corporation.

• A Companhia Docas do RN (Codern) tem novo presidente. Emerson Fernandes Daniel Júnior volta ao cargo após dois anos — esteve na presidência de 2007 até 2012. Daniel Júnior é engenheiro e anteriormente exercia a função de diretor-geral do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs).

• A Brasil Terminal Portuário (BTP) altera o quadro diretivo. Antonio Passaro assumirá a posição de CEO da companhia, em substituição a Henry Robinson, que integrará o grupo executivo da Terminal Investment Limited (TIL) e passará a fazer parte do Conselho de Administração da Brasil Terminal Portuário. O futuro CEO, Antonio Passaro, uruguaio e com cidadania holandesa, possui extensa experiência no mercado portuário e marítimo e gerenciou terminais de contêineres em vários países no mundo.