A Marinha lançou, nesta sexta-feira (14), o submarino Riachuelo, primeiro dos quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub). A cerimônia de lançamento e batismo foi realizada Complexo Naval de Itaguaí (RJ). Com 72 metros de comprimento, seis metros de diâmetro e 1.870 toneladas de peso, a unidade tem capacidade para transportar 35 militares e 70 dias de autonomia no mar. O novo submarino do país possui torpedos e mísseis e vai ajudar no patrulhamento de áreas do pré-sal. O nome do submarino é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai. 

Os quatro submarinos de propulsão convencional estão em construção, prrevistos para serem entregues até o final de 2022. As próximas unidades previstas são: Humaitá (S-41),  Tonelero (S-42) e Angostura (S-43) que estão previstas, respectivamente, para 2020, 2021 e 2022. A Marinha também construirá o primeiro submarino com propulsão nuclear (SN-BR), que será batizado de "Álvaro Alberto", almirante brasileiro pioneiro no uso da tecnologia nuclear no país.

O evento contou a presença do presidente Michel Temer e do presidente eleito Jair Bolsonaro, além do Comandante da Marinha, almirante Leal Ferreira, e do assessor-chefe da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM), Almirante Bento. Os quatro acionaram o elevador de navios, dando início ao lançamento do submarino ao mar. A madrinha da embarcação é a primeira dama Marcella Temer.

 

 

Por Danilo Oliveira
(Da Redação)

Comentários

Schottel

Messe Munchen

Suatrans

Syndarma

ABTP

Envie uma pauta

Tche Digital

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil