Seção do submarino Humaitá é transferida para estaleiro

A segunda das quatro seções do submarino Humaitá (S-41) foi transferida da unidade de fabricação de estruturas metálicas (UFEM) para o estaleiro do complexo naval de Itaguaí (RJ). De acordo com Itaguaí Construções Navais (ICN), a manobra, realizada na última semana, marca a fase final de preparação do segundo dos quatro submarinos convencionais do programa de desenvolvimento de submarinos da Marinha (Prosub). A previsão é que o lançamento ao mar do S-41 Humaitá ocorra no segundo semestre de 2020.

A seção 2A pesa mais de 320 toneladas e tem mais de 18 metros de comprimento. A operação, executada na última terça-feira (29), foi acompanhada pela Marinha e teve participação de agentes estaduais, federais, empresas privadas da região. A ICN acredita que a segunda unidade do Prosub representa um grande avanço na transferência de tecnologia entre França e Brasil e que, ao término do projeto, o país terá mais autonomia para projetar e fabricar seus próprios submarinos.

Comentários

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

Leia mais reportagens da edição impressa