MSC

Quarto do Promef em operação

Pela 1ª vez navio mercante terá duas mulheres no comando

A Transpetro recebeu no último dia 17 de janeiro do estaleiro Mauá o navio de produtos Rômulo Almeida. Esta é a quarta embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) a iniciar as operações. Além da embarcação, já foram entregues os navios de produtos Celso Furtado e Sérgio Buarque de Holanda, pelo Estaleiro Mauá, no Rio de Janeiro, e o petroleiro suezmax João Cândido, pelo Estaleiro Atlântico Sul (EAS), instalado em Pernambuco.

 

 


Rimac


Com 183 metros de comprimento e 48 mil toneladas de porte bruto, o navio Rômulo Almeida tem capacidade para transportar 56 milhões de litros de derivados de petróleo. O navio foi concluído com um índice de nacionalização de 72%. Pela primeira vez, um navio da marinha mercante brasileira será comandado por duas mulheres. A paraense Hildelene Lobato Bahia, que será a comandante da embarcação, é a primeira mulher brasileira a atingir o posto mais alto da hierarquia da marinha mercante. A carioca Vanessa Cunha será a sua imediata.

“A indústria naval brasileira está entrando em ritmo de linha de produção, com entregas de navios em série. Já são sete navios lançados ao mar e quatro deles em operação”, afirmou, em seu discurso, o presidente da Transpetro, Sergio Machado. O petroleiro suezmax Zumbi dos Palmares, o navio de produtos José Alencar e o panamax Anita Garibaldi já foram lançados ao mar para os acabamentos finais.

Na cerimônia de entrega da embarcação, Hildelene recebeu a bandeira do Brasil para ser hasteada no navio das mãos da diretora geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Magda Chambriard. A bandeira da Petrobras foi entregue a Vanessa pelo diretor de abastecimento da Companhia, José Carlos Cosenza. Sergio Machado entregou o Diário de Bordo para o chefe de máquinas do navio, Raimundo Gomes Pereira. Por volta das 12h15, o navio Rômulo Almeida deixou o cais do estaleiro para a sua primeira viagem. A embarcação levou nafta petroquímica do Rio de Janeiro para o Terminal de Madre de Deus, na Bahia.

 

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios