A Pré-Sal Petróleo (PPSA) prevê uma produção de 2 milhões de barris de óleo por dia em 2028 somente para os 14 contratos de partilha em vigor, assinados entre 2013 e 2018, informou a empresa nesta quinta-feira, a partir de estudo realizado em parceria com a Agência epbr.

No mesmo período, o levantamento apontou que os contratos já existentes deverão alcançar produção de 24 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, disse a PPSA, responsável por representar a União nos contratos de partilha.

Os contratos de partilha em vigor, pontuou a PPSA, são operados atualmente por cinco companhias --Petrobras, Shell, Exxon, Equinor e BP-- e nove consorciadas.

 

O estudo também mostrou que, considerando-se a média dos volumes de excedente em óleo oferecidos à União nos 14 contratos, a parcela projetada para o governo em 2028 será de 250 mil barris por dia (bpd) de petróleo e de 2,88 milhões de metros cúbicos ao dia de gás.

Além disso, nesses próximos 10 anos, a PPSA prevê investimento de 144 bilhões de dólares em exploração e produção para desenvolver os 14 projetos de partilha de produção. A estimativa de aportes baseia-se na entrada em operação dos FPSOs contratados.

Fonte: Terra

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec