A Petrobras recebeu nesta quinta-feira, 14, a maior parte do pagamento pela venda de fatia no campo de Roncador à Equinor (ex-Statoil). Foram US$ 2 bilhões, adicionalmente aos US$ 117,5 milhões recebidos como adiantamento na data de assinatura, em dezembro do ano passado. Em fato relevante divulgado na manhã desta sexta-feira, 15, a Petrobras afirma que finalizou a transação referente à cessão de 25% de participação do campo, que fica na área norte da Bacia de Campos, e que permanece como operadora, com 75% de participação. Há ainda outro montante a ser pago, de até US$ 550 milhões, relativo ao objetivo de aumentar o fator de recuperação em pelo menos 5%, o que pode adicionar volume de cerca de 500 milhões de barris de óleo equivalente. "A Equinor realizará pagamentos contingentes, referentes aos investimentos nos projetos que visam ao aumento do fator de recuperação desse campo, carregando a Petrobras na proporção 2:1 (além dos 25% de sua participação, a Equinor pagará mais 25%) limitados a US$ 550 milhões", diz o comunicado. A parceria estratégica assinada com a norueguesa prevê acordo de cooperação técnica ("Strategical Technical Alliance Agreement") e a opção de uso do Terminal de Cabiúnas ("Gás Term Sheet"), na cidade de Macaé (RJ). Todas as condições precedentes para a conclusão dessa transação foram cumpridas, incluindo a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a negociação de contratos de uso de facilidades de produção e de compra de gás associado pela Petrobras. Com o fechamento dessa operação, o valor total de entrada de caixa em 2018 da Petrobras com o programa de parcerias e desinvestimentos soma US$ 5 bilhões.

Fonte: Terra

Comentários

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

AAPA

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec