Apoio marítimo pede ajustes para afretamento por petroleiras e cobra renovação de contratos do Prorefam

• O apoio marítimo deve sofrer impacto da maior participação de operadoras e empresas de perfuração estrangeiras de petróleo no Brasil. Para aproveitar oportunidades que ainda não estão totalmente perceptíveis no horizonte de curto prazo, as empresas cobram ajustes nas regras para afretamento de embarcações por companhias estrangeiras. Há mais de três anos, o segmento de apoio está pressionado pelo aumento de custos e algumas empresas correm risco de inadimplência por falta de contratos. A expectativa é que até 2021 comece um novo ciclo que resulte em aumento de demanda por embarcações e renovação da frota de bandeira nacional em operação.


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec