Technomar

Novos negócios

ATP Engenharia e Royal HaskoningDHV firmam 'joint venture' para diversificação e ampliação de seus serviços

Parceiras há um ano e com vários projetos realizados em conjunto, a brasileira ATP Engenharia e a holandesa Royal HaskoningDHV (RHDHV) firmaram uma joint venture para a ampliação de seus serviços e campos de atuação no mercado. Com operações iniciadas no último mês de julho, a FarolJV terá como foco a execução de projetos na área de estaleiros, portos e hidrovias. Mas o portfólio da companhia poderá ser ampliado nos próximos seis meses. “No início, vamos focar nestes setores, mas temos muito interesse no outro business line do nosso grupo, como tratamento de água e esgoto, aeroportos, túneis”, diz o gerente da FarolJV, Rogério Dias.

A ATP Engenharia tem 20 anos de atuação no mercado, conta com mais de 2,1 mil funcionários no Brasil e na África e em seu portfólio estão estudos e projetos, supervisão e gerenciamento de obras. A RHDHV é uma consultoria internacional em engenharia e meio ambiente, estabelecida há mais de 200 anos, com mais de sete mil funcionários por todo o mundo.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

A FarolJV oferece serviços como pesquisa de mercado, planejamento estratégico, escolha do local e estudos de viabilidade; projetos conceituais, preliminares e detalhados; processos de construção; revisões técnicas e análises, assessoria financeira; gestão de contratos e supervisão do site, inspeções e avaliações; melhoria operacional e de performance; e projeto e gerenciamento de ativos. Serviços que antecedem o planejamento do empreendimento também fazem parte do portfólio, como avaliações de impacto ambiental, levantamentos topográficos e hidrográficos; estudos oceanográficos e meteorológicos; investigações e interpretações geotécnicas; sistemas de informação geográfica; simulação e modelagem computadorizada.

Com dois meses de atuação, a FarolJV já tem um projeto em andamento para a realização de due diligence de um porto no país. Segundo Dias, o contrato deve ser concluído ainda este mês. Outros dois projetos, sobre os quais o executivo também não pode fornecer detalhes, estão em fase de negociação final.

Antes de a joint venture ser firmada, ambas as companhias atuavam juntas em um projeto portuário no Espírito Santo. “O projeto já está em andamento, vamos fazer estudo de plano diretor e projeto de engenharia do porto Central”, declara Dias. O porto Central é um empreendimento que está sendo desenvolvido para gerir um porto greenfield no Espírito Santo. A frente do porto Central está o Terminal Presidente Kennedy (TPK), em parceria internacional com o porto de Roterdã. A estrutura do porto ocupará uma área de dois mil hectares.

A sede da FarolJV está instalada em Recife, no estado de Pernambuco, e já conta com uma equipe oriunda da ATP Engenharia e da Royal HaskoningDHV. De acordo com o crescimento da demanda, a companhia fará as contratações. Os membros da FarolJV estão entusiasmados com a parceria. “Hoje o cenário está bem mais otimista em relação ao que pensamos em abril, quando assinamos o contrato da joint venture para iniciarmos a operação em julho”, diz Dias, acrescentando que a companhia já identificou mais de 20 oportunidades de projetos na área de portos e hidrovias em que podem obter sucesso.

Comentários

ABB

Assine Portos e Navios

Pesa

Syndarma

OTC Brasil

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

Abeam

Sobena

Sinaval Abratec