Novo eletrônico na praça

Cummins apresenta durante a Navalshore motor de maior potência em alta rotação existente e um novo gerador de bordo

A Cummins Marine, divisão de Negócios Marítimos da Cummins, promoveu durante a Navalshore 2012 o lançamento do motor de maior potência em alta rotação já produzido no mercado global, além de um novo gerador de bordo projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas. De olho no crescimento do mercado offshore, a Cummins Marine coloca no mercado o motor QSK95-M, com rotação de 1.800 rpm. Em aplicações marítimas, o novo produto, de 95 litros e 16 cilindros em V, desenvolve de 3,2 mil até quatro mil cavalos de potência, ou seja 2.400 kwm a 3.000 kwm.

Projetado e desenvolvido na fábrica de motores Cummins Seymour, em Indiana, o QSK-95 foi apresentado oficialmente no final de 2011 e sua produção está prevista para o início de 2015. O investimento total para o desenvolvimento do motor e adequação da planta, de acordo com Waldemar Marchetti, diretor Global de Estratégia Offshore, foi de US$ 110 milhões.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

Ainda de acordo com Marchetti, a produção e o lançamento do novo QSK-95 foram realizados após um longo trabalho de pesquisa com seus clientes, que atuam em diversos mercados e em vários países, para entender quais os produtos que precisavam inserir no mercado. “Assim nasceu a necessidade de um motor desta proporção”, afirma o diretor.

E para tornar realidade o projeto da Cummins, um total de 150 engenheiros investiram mais de 100 mil horas trabalhadas para a concepção do novo QSK-95. O motor, 100% eletrônico, segue os padrões de qualidade e exigências da empresa e além de atender às mais rigorosas normas de emissões vigentes, IMO Tier II e EPA Tier 2, está preparada também para o IMO Tier III e IMO Tier IV, legislação que só entra em vigor em 2020. “O QSK-95 já nasce para atender às emissões do futuro”, diz Marchetti.

Para o mercado marítimo, o QSK-95 chega para atender às demandas de maior potência do mercado offshore, ou seja, empurradores de embarcações em rios, rebocadores portuários, todo tipo de embarcação de suporte à produção e extração de petróleo, geração de energia para as plataformas FPSO (Floating Production Storage and Offloading), cuja função é extrair e/ou armazenar o petróleo. Além do mercado marítimo, o QSK-95 de alta potência pode ser aplicado nos segmentos de óleo e gás, mineração, locomotivas, geradores, entre outros.

Entre as vantagens do novo produto da Cummins, o destaque é para o menor tamanho e peso quando comparado com outros motores de média rotação e um custo de investimento significativamente menor. “Ao nascer 100% eletrônico, o QSK-95 permite que todas as suas características e funções sejam facilmente gerenciadas e, para as aplicações marítimas, o novo motor já sairá com o painel C-Command de série.

 

O painel da Cummins foi projetado para auxiliar aos operadores marítimos a controlar todos os parâmetros do motor, como gerenciar os custos operacionais, já que é capaz de monitorar todo seu funcionamento, como rotação, consumo de combustível, período de parada para manutenção e temperatura de óleo e água. Além disso, o C-Command da Cummins permite o monitoramento da embarcação via satélite. “Trata-se de um produto altamente eficaz que auxilia o dia a dia do usuário e trabalha de forma preventiva”, afirma Marchetti.

A Cummins Marine colocou também no mercado mais um produto projetado exclusivamente para atender às exigências das aplicações marítimas. Trata-se de um novo gerador de bordo, modelo Cummins QSM 11-CP, disponível nas potências de 250 kWe e 300 kWe. Desenvolvido, integrado e montado no Centro de Excelência da Cummins, nova instalação localizada em Cingapura, construída para atender especificamente aos produtos e/ou equipamentos do mercado offshore, o novo gerador de bordo chega para ampliar a linha de produtos de geração de energia auxiliar da Cummins.

De acordo com Marchetti, o novo QSM11-CP permite preencher uma lacuna na faixa de potência de 250 a 300 kWe. Destinado a todo tipo de embarcação, que vai desde barcos cuja finalidade é o transporte de passageiros e de pesca, até navios petroleiros e plataformas flutuantes, o novo gerador QSM 11-CP atende às mais rigorosas normas de emissões vigentes, IMO Tier II e EPA Tier 2, e são classificados por todas as principais empresas certificadoras.

Com a função de fornecer energia para toda embarcação, como luzes, luzes de emergência, eletrodomésticos, sistemas eletrônicos, ar condicionado, ou seja, todos os componentes que necessitam de energia na embarcação, o QSM 11-CP oferece durabilidade, funcionalidade e foi construído para proporcionar maior eficiência e melhor desempenho para a embarcação. O novo gerador de bordo vem completo, incluindo os painéis totalmente integrados e alarmes que atendem aos certificados.

Em setembro, a empresa promove um treinamento com um painel simulador do C-Command, inicialmente para a Rede de Distribuidores Cummins, localizada estrategicamente pela costa brasileira. “Este painel permite capacitar os funcionários a operar todo o sistema, já que simula o gerenciamento total, incluindo eventuais falhas nos motores e geradores. O resultado é agilidade na manutenção e redução de tempo com a embarcação parada”, afirma Marchetti.

Comentários

ABB

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Syndarma

OTC Brasil

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

ABTP

Sobena

Sinaval Abratec