Negócios crescentes

Superintendência de Petróleo, Gás e Indústria Naval da Caixa contrata R$5,7 bilhões no primeiro semestre

A Caixa Econômica Federal, por meio da sua Superintendência de Petróleo, Gás e Indústria Naval, contratou no primeiro semestre deste ano R$ 5,7 bilhões. Deste montante, R$ 4,12 bilhões foram destinados a grandes corporações. A indústria naval abocanhou a fatia de R$ 1,19 bilhão, através de recursos do Fundo de Marinha Mercante (FMM). O crédito a fornecedores da Petrobras foi de R$ 356,8 milhões. Contratação consignada levou os R$ 44 milhões restantes.

No acumulado de 2010 até julho deste ano, o crédito concedido pela Caixa para os setores de petróleo e gás e naval atingiu R$ 23,1 bilhões. Para a indústria naval, o financiamento chega próximo dos R$ 5 bilhões, dos quais R$ 4,2 bilhões referem-se aos recursos do Fundo. Para fornecedores da Petrobras, o número chega a R$ 2,3 bilhões. Os valores foram divulgados pelo superintendente executivo da área, Antonio Gil Silveira. Desde 2010 como agente financeiro do FMM, a Caixa vem aumentando a cada ano sua participação no setor.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

“Foi uma curva de aprendizagem. Participamos da Navalshore em 2010 e não tínhamos nem produtos para a indústria naval. Não éramos sequer agentes do Fundo, nos tornamos dois meses depois. Fechamos 2011 com um projeto contratado de R$ 377 milhões. Conseguimos fechar 2012 com R$ 2,4 bilhões. No mês de junho de 2013, já fizemos o dobro do que no ano passado inteiro”, diz o superintendente, referindo-se aos valores financiados pela instituição.

Silveira destaca ainda que a Caixa é líder em operações no programa Progredir tanto em quantidade como em volume. Segundo o executivo, a instituição foi responsável por cerca de 25% dos R$ 6,8 bilhões em financiamentos já realizados. O Progredir permite que empresas integrantes da cadeia de suprimentos da Petrobras e subsidiárias obtenham empréstimos junto aos bancos parceiros (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, HSBC, Santander, BicBanco, Banrisul, Citibank e Safra), tendo como garantia os contratos de fornecimento de bens e serviços assinados com a companhia.

Os contratos cadastrados no Portal Progredir já somam R$ 100 bilhões. Como as solicitações de financiamento são enviadas através do site simultaneamente aos dez bancos participantes, há aumento da competitividade entre os bancos. Esse fator tem como consequência a redução do custo dos empréstimos, que tem variado de 20% a 50%, de acordo com dados da Petrobras. O programa permite o financiamento até o quarto elo da cadeia. “Alguns bancos conseguiram chegar no segundo elo, a Caixa é um deles. Só um conseguiu até hoje alcançar o terceiro elo. Esse banco é a Caixa”, gaba-se Silveira.

 

Para a geração de negócios com empresas do setor, a Superintendência de Petróleo, Gás e Indústria Naval da Caixa atua hoje com 23 pessoas.

Comentários

ABB

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Syndarma

OTC Brasil

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

Abeam

Sobena

Sinaval Abratec