Uma equipe técnica da MPS (Marine Power Service) embarcou em uma plataforma para uma operação de remoção de oito thrusters do sistema de propulsão. A plataforma, atualmente ancorada na Baía de Guanabara, é capaz de perfurar até 2,4 mil metros de profundidade de lâmina d’água.

Os thrusters substituídos na operação pesam cerca de 20 toneladas/cada. Para a operação, que durou cerca de seis horas, foram necessários 20 profissionais de áreas distintas (engenheiro, supervisores técnicos, mecânicos, mergulhadores e operadores de strand jack).

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec