Indústria a postos

Aumento das despesas obrigatórias da Marinha dificulta plano de manutenção dos meios flutuantes

• As despesas obrigatórias da Marinha vêm aumentando desde 2014, enquanto as discricionárias — aquelas que podem ou não ser executadas — diminuíram desde 2015. Os dispêndios compulsórios somaram R$ 1,7 bilhão em 2018, ante R$ 1,9 bilhão previsto para este ano. Já as despesas discricionárias, que totalizaram R$ 1,6 bilhão em 2018, devem diminuir para R$ 1,4 bilhão este ano. O orçamento total da Marinha caiu de R$ 5,9 bilhões, em 2015, para R$ 5,4 bilhões, no ano passado. Para este ano, a previsão orçamentária é de R$ 4,6 bilhões. A expectativa do comando da força naval é que as receitas aumentem em 2019 e que valores que foram contingenciados sejam recebidos. Os contingenciamentos geram desafios para planejar e executar manutenção dos meios navais.

Restrito a assinantes

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Tche Digital

Seminário de Metanol

Aapa

Abeam

Sobena

Sinaval Abratec