FPSO ‘OSX-1’ - Chega primeira unidade da OSX

A primeira unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de óleo e gás a integrar a frota da OSX, o FPSO OSX-1, será utilizado na acumulação de Waimea, na Bacia de Campos, onde a unidade iniciará o processo de produção do primeiro óleo de seu cliente âncora, a OGX. Com 271,75 metros de comprimento e capacidade de armazenamento de até 900 mil barris de petróleo, a unidade foi construída na Coreia e customizada em Singapura pelo estaleiro da Keppel. O OSX-1 foi afretado pela OGX por 20 anos e chegou ao Rio de Janeiro em 6 de outubro. A unidade tem 271,75 metros de comprimento e capacidade de armazenamento de até 900 mil barris de petróleo.

A OSX está investindo R$ 13 milhões no Instituto Tecnológico Naval (ITN), que deverá formar 7,8 mil profissionais até 2013, abrangendo 185 turmas em 23 funções de produção, inspeção e supervisão de equipamentos. A ação é feita em parcerias com o Senai e com a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).