A exploração dos volumes excedentes na região da chamada cessão onerosa, no pré-sal da Bacia de Santos, vai demandar 17 plataformas, estimou nesta quinta-feira o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone.

A produção dos excedentes, segundo Oddone, vai gerar ao longo de toda a vida útil das áreas uma arrecadação para o governo federal de 1,8 trilhão de reais. Ele previu que o pico de produção dessas reservas deve ser de 2 milhões de barris por dia, marca que poderia ser alcançada em 10 anos caso elas sejam licitadas ainda em 2018.

O contrato da cessão onerosa foi assinado entre governo e Petrobras em 2010, permitindo que a Petrobras produzisse até 5 bilhões de barris de óleo equivalente em uma determinada região do pré-sal. Mas os volumes encontrados na região são muito maiores, e o governo quer licitá-los.

 

Fonte: Uol

Comentários