A italiana Azimut vai aumentar o volume de produção no Brasil e anunciou investimento de R$ 50 milhões no estaleiro de Itajaí para os próximos três anos. De olho no reaquecimento do mercado nacional, a empresa, que vinha apostando nas exportações, deve lançar cinco novos modelos ao mercado até 2021, e para isso aumentará o tamanho do parque fabril.

Davide Breviglieri, CEO da marca no Brasil, diz que é um bom momento para a navegação de lazer. A Azimut foi uma das poucas fabricantes internacionais de barcos de lazer que permaneceram no país após o início da crise. 

_  Não vai parar, principalmente agora quando parece haver uma onda de otimismo. Fechamos o quinto ano seguido com aumento de faturamento e em pés construídos _ comentou. 

 

Hoje saem de Itajaí sete modelos diferentes, de 40 a 100 pés _ a maior embarcação já entregue, que custa R$ 45 milhões, já tem uma nova encomenda em andamento. No momento, o modelo com maior saída é o recém-lançado iate de 62 pés, que já tem um ano de encomendas agendado.

Para dar conta dos novos modelos, este ano a empresa aumentou em 30% o número de funcionários, e deve abrir novas vagas conforme os novos modelos sejam lançados. No último ano, metade da produção de Itajaí foi enviada ao exterior _ 90% para os Estados Unidos.

Fonte: NSC Total

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec