Estado anuncia novo estaleiro

Termo de compromisso foi assinado. Empreendimento terá 7 mil empregos


As comemorações dos 31 anos do Complexo Industrial Portuário de Suape vieram recheadas de anúncios relevantes para Pernambuco. Ontem, ao visitar o local, o governador Eduardo Campos assinou um termo de compromisso para a construção de mais um estaleiro para o Estado. ?Ele é virtual (ainda não foi construído). Vamos entrar na disputa pelas licitações da Petrobras?, destacou. O empreendimento - que é do grupo Construcap - poderá gerar 7 mil empregos quando estiver operando, sendo 1,5 mil na construção da obra, e custará R$ 200 milhões para ser implantado num terreno de 40 hectares.

?Vamos disputar as concorrências da Petrobras para a construção de 28 a 30 plataformas que deverão ser feitas nos próximos cinco anos?, ressaltou o vice-presidente da Construcap, Roberto Capobianco. Segundo ele, no primeiro semestre de 2010 ocorrem as licitações e, no caso de a empresa obter ganhos, em meados do segundo semestre de 2010 começaria a instalação da indústria, que deve demorar de 12 a 15 meses para ser concluída. Logo, em 2011 ela poderá estar atuando na sua totalidade. A paulista Construcap pretende entrar nessa área a partir dessa indústria.

?Os empreendimentos para Suape não são só para Pernambuco, Nordeste ou Brasil. São para o mundo. São em escala global?, enfatizou o governador. O secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente de Suape, Fernando Bezerra Coelho, falou que ?vamos investir R$ 1,3 bilhão em apenas quatro anos?. Sobre um segundo estaleiro, que contaria com encomendas já solicitadas pela Petrobras, é provável que o anúncio aconteça na próxima semana.

Eduardo Campos e Bezerra Coelho desembarcaram no complexo no heliponto de Suape, onde descerraram a primeira placa do dia, de Inauguração da Sala VIP do Heliponto. O local foi construído dentro do pacote voltado para a reestruturação do Centro Administrativo e Prédio de Autoridade Portuária. Foram R$ 7 milhões dentro do volume de R$ 1,5 bilhão direcionados para a infraestrutura até 2010. Os gestores estenderam a ?vistoria? e foram ver de perto os guindastes que estão colocando as pedras no mar para o prolongamento do molhe do porto externo, no Píer Petroleiro.

Já o vice-presidente de Suape, Sidnei Aires, aproveitou para apresentar os dois sistemas de monitoramento de tráfego de navios (AIS e o VTS), que estão em fase de teste e que tem por função acompanhar o tráfego e as manobras dos navios que estejam nas proximidades tanto do Porto de Suape quanto do Porto do Recife. A Folha noticiou os sistemas com exclusividade.

A última placa descerrada foi referente às obras de conclusão da reforma do Píer de Graneis Líquidos 1 de Suape (PGL-1). O terminal, inaugurado em 1984, teve sua estrutura física recuperada em 20 meses com investimentos de R$ 23 milhões.

TECON

Ao término dos eventos, houve reunião com o presidente do Tecon Suape, Sérgio Kano. Ficou acordado que serão aplicados US$ 15 milhões na compra de oito transteineres RTG Noell. Eles podem mover até 40 toneladas por vez, empilhar seis contêineres em coluna e devem desembarcar da China entre dezembro deste ano e janeiro de 2009. O Tecon também informou que comprará dois novos porteineres do tipo Super Pós Panamax, com investimentos de US$ 20 milhões.(Fonte: Folha de Pernambuco/PAULO MARINHO)

PUBLICIDADE

Rimac



Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios