A norueguesa Equinor e a brasileira GranEnergia assinaram um contrato para serviços de hospedagem offshore para o projeto Peregrino II Offshore Brasil. O acordo é por um período de seis meses, com opções para extensões. 

Peregrino é a maior operação da Equinor fora da Noruega e tem uma capacidade de produção de 100 mil barris/dia. O campo de petróleo de Peregrino está localizado a aproximadamente 85 quilômetros da costa, na bacia de Campos, em lâmina d'água de 100 metros. O Peregrino Fase II envolve a adição de uma terceira plataforma fixa de cabeça de poço ao campo, estendendo sua vida produtiva e adicionando 273 milhões de barris em reservas recuperáveis.

A Olympia, a embarcação de acomodação compacta semissubular (CSS) da GranEnergia, opera há 4,5 anos para a Petrobras, com excelente tempo de atividade e desempenho em SMS. Durante este período, a embarcação não atingiu incidente com perda de tempo (LTI), oferecendo grande versatilidade conectando-se a semissubs, FPSOs e plataformas fixas de produção com baixo consumo de combustível. "Venus", o novo CSS da GranEnergia, operou para a Total na África Ocidental com o mesmo excelente tempo de atividade e desempenho de SMS.

 

O início do contrato está previsto para dezembro de 2019 / janeiro de 2020. Os valores dos contratos permanecem confidenciais entre as partes.

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec