Encontro incentiva fornecedores de navipeças

Incluir as indústrias do Pólo Metalmecânico do Vale do Aço no bilionário mercado da indústria naval e offshore brasileiro. Com esse objetivo, o Centro Integrado Sesi/Senai Rinaldo Campos Soares, localizado em Ipatinga, recebe hoje (23), a partir das 8h, o “Encontro de Desenvolvimento de Fornecedores de Navipeças do Vale do Aço”. O evento é promovido pelo Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Vale do Aço (Sindimiva), o Sinaval (Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore), a Prefeitura Municipal de Ipatinga e o Sistema Fiemg (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais).
De acordo com o Sindimiva, cerca de 10 empresas da região já fornecem navipeças, como portas de visitas, escadas, passarelas, blocos de navios e calhas de amarra. “Com essa ação esperamos incentivar os empresários locais a se capacitar para atender às demandas específicas da indústria naval”, detalhou o presidente da entidade, Jeferson Bachour.
Estimativas do Sinaval apontam para investimentos na casa de 5 bilhões de dólares e a construção de mais de 200 navios até 2015 somente através do Programa de Modernização e Expansão da Frota e de Embarcações de Apoio da Petrobras (Promef), uma iniciativa do governo federal com o intuito de suprir as necessidades da Transpetro (subsidiária da Petrobras) com fornecedores nacionais.
Apesar de estarem longe do mar, onde geralmente se localizam os grandes estaleiros, o Pólo Metalmecânico do Vale do Aço se desenvolveu historicamente para atender setores exigentes como o siderúrgico e o de mineração. “Os estaleiros precisam de fornecedores qualificados e nós preenchemos esses requisitos. Um evento como esse abre portas para novos negócios”, disse Jeferson.
É de olho nesses frutos que as indústrias regionais conquistaram parceiros como a Prefeitura e o Sistema Fiemg para promover o encontro. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Ipatinga, Marco Aurélio Sena, explica que cerca de 45% das indústrias associadas ao Sindimiva estão localizadas em Ipatinga e a promoção de novos negócios gera emprego e divisas para o município.
“A administração municipal vem apoiando as iniciativas das entidades de classe para promover o desenvolvimento do setor produtivo. No ano passado, apoiamos o Seminário de Petróleo e Gás e agora somos parceiros no Encontro de Navipeças. Isso é um investimento no desenvolvimento social e econômico do município feito em parceria com a iniciativa privada”, destacou.
Para o presidente da Fiemg Regional Vale do Aço, Luciano Araújo, é essencial para as indústrias regionais a diversificação do mix de clientes. “Quando os setores organizados da indústria do Vale do Aço se unem para buscar novos mercados, isso significa desenvolvimento das próprias empresas, menor dependência das oscilações do mercado e, claro, a participação numa fatia importante de um setor que irá gerar divisas para todo o País, como o naval.” (da Redação)

 

PUBLICIDADE

Incatep



    GHT     Jan de Nul     Antaq
             

Hidromares

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios