Marintec Navalshore

Em busca de recursos

Criação de ‘clusters’ para os programas da Marinha depende de articulação financeira

• A Marinha está empenhada em modernizar sua frota com encomendas em estaleiros nacionais e vem conduzindo um processo de articulação institucional com as esferas superiores do governo para criar no Brasil um polo naval com diversos clusters distribuídos pelo país. O desafio é a viabilidade orçamentária e financeira. Além de parceria e de capitalização da Emgepron, está sendo avaliada a destinação de 10% dos recursos do Fundo da Marinha Mercante.

As informações foram dadas pelo vice-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, diretor de gestão de programas da Marinha do Brasil (DGePM), durante o painel Perspectivas de Construção de Meios Navais na Marinha do Brasil, que abriu o seminário Cenários da Indústria Naval e Offshore, promovido pela Portos e Navios em 14 de agosto no Rio de Janeiro.

Restrito a assinantes

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Syndarma

Envie uma pauta

Conapra

FGV Transportes

Antaq

Tche Digital

Sobena

Sinaval Abratec