Marintec Navalshore

Curva de aprendizagem

Estaleiros apontam riscos de perda da experiência adquirida por profissionais nos últimos 10 anos

• O Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval) afirma que o Brasil em 10 anos de retomada conseguiu alcançar a curva de aprendizagem, mas ressalta necessidade de perenidade nas encomendas para que as conquistas do setor nesse período não sejam perdidas. Os estaleiros entendem que o alcance de valores internacionais exige tempo e qualificação. 

A avaliação do Sinaval é que líderes mundiais, como Japão e Coreia do Sul, precisaram de quase 30 anos para alcançar os valores atualmente praticados internacionalmente. Segundo a entidade, a maior parte da inovação da produção naval propriamente dita acontece no processo. Dessa forma, a sustentação da competitividade exige contínua melhoria nos procedimentos, com possibilidade de redução de custos. 

Restrito a assinantes

ABB

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis fundo transp Syndarma
  Envie uma pauta    

  Assine Portos e Navios

 

 

  Antaq

 

Tche Digital

 

 

Sobena

 

Sinaval   Abratec
Publicidade

Catálogo da Indústria Marítima