A Ocyan e a Magma Global assinaram, nesta terça-feira (4), um termo que integra o estaleiro BrasFels, localizado em Angra dos Reis (RJ), ao projeto do desenvolvimento de um sistema de torre de risers com tubos em material compósito de fibra de carbono. O CompRiser é um sistema de risers híbridos voltado para indústria de exploração de petróleo em águas profundas e ultraprofundas, como as do pré-sal. O duto de composição termoplástica (TCP, na sigla original) a ser utilizado é fabricado pela Magma e promete alta resistência à corrosão, redução de peso significativa e possibilidade de suportar altas temperaturas e pressão. 

Os desenvolvedores destacam que o produto utilizará menos de 20% da carga aplicada em soluções similares nas unidades de produção. As empresas dizem que o resultado desta diferença pode ultrapassar 9.000 toneladas-força por FPSO (unidade flutuante de produção e armazenamento de petróleo e derivados), condicionado à quantidade de risers do projeto. Além disso, elas explicam que o método de fabricação compacto e modular possibilita alto índice de conteúdo local. Como o duto é entregue em bobinas e não requer solda, a montagem poderá ser feita em menos de 30 dias. Segundo as empresas, a instalação offshore leva outros 20 dias, sem a necessidade de embarcações especiais e com pouca exposição a condições de mau tempo.

O diretor de Subsea da Ocyan, Marcelo Nunes, destacou que a localização, a capacidade fabril instalada e a reputação do estaleiro no mercado brasileiro reduzem a avaliação de risco do projeto. O presidente da Keppel Fels Brasil, Marlin Khiew, lembrou o histórico na construção, integração, atualização e reparo de uma série de projetos do grupo na América Latina. Ele disse que a novidade vai fortalecer a posição da BrasFels como provedor de soluções integradas para plataformas de produção em águas profundas. 

 

O vice-presidente executivo da Magma Global, Tony Duncan, acredita que a fabricação no estaleiro significa que o projeto se tornará realidade em um futuro próximo. Ele ressaltou que a solução será eficaz para ambientes de águas profundas, como as do pré-sal. Segundo Duncan, o sistema possui design inteligente que agiliza as necessidades de qualificação em relação ao design de risers dinâmicos. 

 

Por Danilo Oliveira
(Da Redação)

Comentários


Schottel



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec