Marintec Navalshore

Audiência públca sobre Estaleiro do Paraguaçu será dia 18

Salvador - Com a proximidade da Audiência Pública do Estaleiro Enseada do Paraguaçu, no dia 18, em Maragojipe, a Secretaria Extraordinária de Indústria Naval e Portuária (Seinp), realizou ontem (8), encontro com prefeitos, secretários e vereadores dos municípios de São Félix, Maragojipe, Saubara, Salinas das Margaridas, Cachoeira, Itaparica e Nazaré, além de representantes do Consórcio UTC, Queiroz Galvão e Odebrecht para debater diretrizes para a audiência, que será realizada às 18h30, na Associação Atlética Maragojipana.
Durante o encontro, o secretário Roberto Benjamin apresentou as diretrizes do empreendimento que vai gerar cerca de 7 mil empregos na região do Recôncavo Baiano, dinamizando a economia local. O Estaleiro Enseada do Paraguaçu, empreendimento com cerca de R$ 2 bilhões em investimentos, é uma unidade industrial de construção de embarcações, a exemplo de plataformas e navios, e sua construção está baseada no desenvolvimento sustentável. De acordo com o secretário, a audiência é uma das etapas mais importantes do licenciamento ambiental e o debate com as autoridades é indispensável para a concretização e execução do projeto.
A participação efetiva das comunidades locais também foi destacada. O projeto de Interação Social, desenvolvido pela Seinp, vem construindo, desde outubro de 2008, canais de diálogo, debates, informação e comunicação bilateral com as lideranças atuantes neste território, como instituições universitárias, religiosas, Conselho da Reserva Extrativista Baía do Iguape, ONGs, comunidades tradicionais e quilombolas, ouvindo as sugestões e críticas da população. Os resultados do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) também foram apresentados no encontro.
O planejamento do estaleiro contempla ainda políticas públicas para infraestrutura de transporte, energia, telecomunicações, saneamento, educação básica e profissionalizante, saúde e segurança. O prefeito de Maragojipe, Sílvio José Santana Santos, destacou a importância do estaleiro para a região. “Este é um momento diferenciado para o Recôncavo. As perspectivas econômicas e sociais são excelentes”. O empreendimento está sendo planejado para conviver e atuar de forma sustentável com a pesca, o comércio, serviços, turismo, agricultura e todas as outras tividades econômicas locais, tanto formais quanto informais.(Fonte: Jornal da Mídia)

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis fundo transp Syndarma
  Envie uma pauta    

  Assine Portos e Navios

 

 

  Antaq

 

Tche Digital

 

 

Sobena

 

Sinaval   Abratec
Publicidade

Marintec Navalshore