AdvertisementAGI Brasil

Atividade em aquecimento

Descomissionamento movimenta empresas do setor, que ainda tem desafios regulatórios e carece de cadeia reversa

Após anos de estudos e debates entre diferentes atores do setor, a atividade de descomissionamento de plataformas começa a tomar forma no Brasil. Este ano, a Petrobras assinou contrato para descomissionamento de três plataformas na Bacia do Espírito Santo. No campo regulatório, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou a resolução 817/2020, que atualiza as normas que tratam do tema. Estaleiros nacionais também demonstraram maior interesse em se preparar para esse tipo de serviço. Os principais desafios, segundo especialistas, estão na gestão e na destinação de resíduos ambientais.

Restrito a assinantes