Fabricantes de motores esperam reaquecimento a partir de 2019 e se preparam para alta competitividade

• O ano dos fornecedores de motores para o mercado marítimo foi de muitos estudos e poucos novos projetos se concretizaram. O mercado buscou nichos diferentes e alguns estaleiros tentaram entrar em outros mercados, como o de embarcações de pesca. Nos últimos dois anos muitos estaleiros ficaram sem encomendas após entregarem as últimas obras contratadas. A recuperação mais lenta deverá acontecer na construção de barcos de apoio marítimo, mas projetos de rebocadores e embarcações de pequeno e médio portes ainda devem gerar demandas em 2018. As empresas ainda focam na prestação de serviços e na manutenção. No curto prazo, elas fazem serviços de conversões. A maioria tem no radar projetos da renovação da frota da Marinha.