Medida vai reduzir percentual de produtos e serviços nacionais que precisam ser comprados por empresas do setor. Ministro de Minas e Energia diz que mudança deve vigorar no próximo leilão.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou nesta quinta-feira (16) que as exigências de conteúdo local para a exploração de campos de petróleo e gás serão flexibilizadas.

“É evidente que vai ter uma flexibilização nas regras. Não dá para continuar com os índices praticados hoje”, afirmou.

Hoje, as empresas que vencem leilões para explorar campos de petróleo e gás no Brasil precisam comprar parte dos equipamentos e serviços usados nessa atividade dentro do país, ou seja, produzidos aqui.

Empresas do setor afirmam que as exigências atuais são rígidas e encarecem os investimentos das petroleiras. Críticos, porém, dizem que a flexibilização dessas regras vai prejudicar empresas brasileiras, já que parte dos produtos e equipamentos adquiridos no Brasil vai ser substituída por importados.

O ministro afirmou que o governo está próximo de uma solução que não vai prejudicar a indústria nacional, mas vai permitir ampliar investimento no setor de petróleo e gás. De acordo com ele, a definição das mudanças nas regras de conteúdo local deve ser concluída na próxima semana, em uma nova reunião entre os ministérios de Minas e Energia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços e a Casa Civil.

O governo quer que as novas regras de conteúdo local vigorem já no próximo leilão de petróleo e gás, previsto para setembro.

Fonte: G1










JBusinessDirectory - Offers