Rio - A 3ª Vara do Trabalho de Niterói determinou nesta sexta-feira a liberação de cerca de R$ 12 milhões para pagamento imediato dos trabalhadores do Estaleiro Eisa Petro Um. O dinheiro estava bloqueado judicialmente e desde julho, quando a empresa encerrou suas atividades, os trabalhadores esperavam uma solução para o caso.

O juiz Paulo de Tarso Machado Brandão determinou que o pagamento será feito em três parcelas. A primeira parcela será de R$ 8 milhões, o valor da folha de pagamentos do mês de junho, segundo o estaleiro. As duas parcelas seguinte vão obedecer a um cronograma, que será proposto pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói e autorizado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Fonte: O Dia










JBusinessDirectory - Offers