A atividade de exploração e produção de petróleo no Brasil rendeu R$ 49,5 bilhões em participações governamentais - royalties, participações especiais, bônus de assinatura e taxa de ocupação e retenção de área. O volume foi 51,4% superior ao registrado em 2012 (R$ 31,7 bilhões), segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Considerando apenas royalties e participações especiais, a arrecadação em 2013 somou R$ 31,8 bilhões, leve crescimento em relação ao ano anterior (R$ 31,5 bilhões). O aumento na arrecadação foi resultado da realização dos três leilões de blocos exploratórios de petróleo no ano passado, que renderam mais de R$ 17 bilhões em bônus de assinatura para a União.

Após cinco anos sem leilões, a agência realizou em 2013 a 11ª rodada, a 12ª rodada e também a 1ª rodada de áreas do pré-sal. O leilão do pré-sal, que ofertou o campo de Libra, na Bacia de Santos, arrecadou R$ 15 bilhões de bônus.

Fonte:Valor Econômico/Marta Nogueira | Do Rio