2 para a Vale - Mineradora incorpora VLOCs

A Vale realizou em setembro, em Busan, Coreia do Sul, a cerimônia de batismo de dois navios mineraleiros de grande porte, encomendados ao estaleiro Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering Co. O Vale Rio de Janeiro e o Vale Itália são dois VLOC (very large ore carries, em inglês) e fazem parte de uma demanda de sete navios solicitada ao estaleiro sul-coreano. Giovanna Du Lac Capet, esposa de Emilio Riva, chairman da Ilva-Taranto & Riva Group, é a madrinha do Vale Itália. Já Sonia Zagury, diretora de Finanças da Vale, é a madrinha do Vale Rio de Janeiro.

A Vale destaca que os mineraleiros têm alto padrão de segurança e contribuirão para reduzir o custo de transporte transoceânico de minério de ferro para as empresas siderúrgicas. Os navios encomendados farão parte da solução logística entre os terminais marítimos da empresa no Brasil e os clientes europeus e asiáticos. O Vale Itália será destinado principalmente ao transporte de minério de ferro entre Brasil e Taranto, na Itália.

De acordo com a Vale, os navios permitem uma grande velocidade de carregamento e descarregamento, além de possuírem um eficiente sistema de drenagem, capaz de bombear água livre nos porões através de seis pocetos em cada um deles. Estes navios, segundo a companhia, reduzem as emissões de carbono em 35% por tonelada de minério transportada. “Nosso objetivo é ter uma frota própria dedicada para parte de nossas exportações, uma frota que seja mais eficiente, sustentável, com alto padrão de segurança operacional e que contribua significativamente para a redução da volatilidade no mercado de frete”, afirma o diretor executivo de Marketing, Vendas e Estratégia, José Carlos Martins.


Catálogo da Indústria Marítima



Marintec Navalshore