A Zona de Processamento e Exportação do Ceará (ZPE Ceará), em parceria com a Receita Federal, Companhia Siderúrgica do Pecém e Companhia de Desenvolvimento do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP S/A) movimentou, em 2018, R$ 1 bilhão em placas de aço. O dado considera a Declaração Única de Exportação (DU-E), documento eletrônico que define o enquadramento da operação de exportação e subsidia o despacho aduaneiro de exportação.

De acordo com a ZPE Ceará, foram criadas cerca de 24 DU-Es do início de julho ao início de setembro, representando mais de 20 mil placas de aço (420 mil toneladas) nesse período.

O novo processo de exportação, realizado por meio de DU-E, busca adequar o controle aduaneiro e administrativo ao processo logístico das exportações, conforme a ZPE Ceará.

 

Fonte: Diário de Pernambuco

Comentários


Schottel



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec