Mais rapidez na perfuração de poços, maior taxa de sucesso na localização de reservatórios e menor risco de acidentes com a utilização de robôs na inspeção de equipamentos submarinos. Esses são apenas alguns dos benefícios já alcançados a partir da transformação digital na indústria do petróleo, que está possibilitando uma redução de 10% a 15% nos custos de produção, segundo cálculos da Bain & Company.

"Como os números dessa indústria, principalmente offshore [marítimo], são todos da ordem de grandeza de bilhões de dólares, o impacto é muito grande", diz José de Sá, especialista em mercado petrolífero da consultoria. Segundo ele, as grandes companhias do setor investem entre US$ 2 bilhões e US$ 3 bilhões por ano em projetos relacionados à inovação digital.

A Petrobras também dedica atenção especial a essa área e seu novo plano de negócios, para o período 2019/23, que será divulgado no início de dezembro, vai incluir a criação de uma estrutura específica voltada exclusivamente à transformação digital, vinculada à diretoria de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão da estatal. "Não podemos falar em números [de investimentos] agora, mas essa área terá seu próprio orçamento. Esperamos gerar bilhões de reais em termos de resultado positivo para a companhia", diz o diretor Nelson Silva.

 

Fonte: Valor

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec