O ministro do Petróleo do Irã, Bijan Zanganeh, definiu como “absurdas” as alegações do príncipe herdeiro saudita de que a Arábia Saudita pode substituir o petróleo iraniano atingido por sanções dos Estados Unidos.

“As observações de Mohammed bin Salman e tais declarações só podem satisfazer a (Donald) Trump. Ninguém mais acreditará nele. O petróleo do Irã não pode ser substituído pela Arábia Saudita nem por qualquer outro país”, disse Zanganeh ao site de seu ministério.

O príncipe Mohammed disse à Bloomberg na sexta-feira que o reino cumpriu sua promessa a Washington de compensar o fornecimento de petróleo iraniano perdido por meio de sanções dos EUA, reimpostas quando os Estados Unidos saíram de um acordo nuclear de 2015 entre Teerã e seis potências.

 

Washington está pressionando os aliados a reduzirem as importações de petróleo iraniano para zero e vai impor uma nova rodada de sanções às vendas de petróleo do Irã em novembro.

Mas o Irã, terceiro maior produtor da Opep, disse repetidamente que suas exportações de petróleo não podem ser reduzidas a zero devido aos altos níveis de demanda no mercado e culpou Trump por uma recuperação do preço do petróleo causada pela imposição das sanções a Teerã.

Fonte: Reuters

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec