A Arábia Saudita planeja elevar a produção de petróleo em novembro ante o nível de outubro, de 10,7 milhões de barris por dia (bpd), para atender à crescente demanda pela commodity, disse o ministro de Energia do maior exportador global nesta quarta-feira.

Khalid al-Falih disse em uma conferência em Moscou, que teve também participação do presidente russo, Vladimir Putin, que o reino está em contato em base semanal com a Rússia para estabilizar os mercados globais de petróleo, que tocaram uma máxima de quatro anos de mais de 85 dólares por barril nesta semana.

Os produtores globais de petróleo aumentaram a produção em 1 milhão de bpd “nas semanas e meses recentes”, e o mercado global está bem abastecido, disse o ministro saudita, adicionando que a Arábia Saudita elevou sua produção para 10,7 milhões de bpd em outubro.

 

Questionado sobre a alta nos preços, Falih disse que o preço atual “não está baseado em fluxos fiscais de oferta e demanda”.

“Isso foi criado nos mercados financeiros”, adicionou ele.

O Brent, referência global do petróleo, chegou a cair brevemente após as falas de Falih.

O ministro russo de Energia, Alexander Novak, disse a jornalistas antes da conferência que concordou em elevar a produção entre setembro e dezembro após uma série de encontros, realizados quando os preços caminhavam para os 80 dólares.

A produção de petróleo da Rússia atingiu uma máxima no período pós-soviético de 11,36 milhões de bpd no mês passado.

Fonte: Reuters

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec